NOTÍCIAS ACOMPANHE O LEÃO BAIO
  PRÓXIMA
PARTIDA
Inter de Lages X A definir

Catarinense Série B 2020 - rodada 1
31/5/2020  A definir
A definir

 
A festa do time em campo e da torcida na arquibancada (Foto: Nilton Wolff)

Sob chuva, Inter derrota o Avaí e garante vaga no hexagonal e no Brasileiro

05/03/2015

Colorados venceram por 2 a 0, com gols de Reinaldo e Valdo Bacabal; time termina a fase de classificação em quinto lugar

Não é força de expressão: a noite de 4 de março de 2015 já entrou para a história do Esporte Clube Internacional. A vitória por 2 a 0 contra o Avaí levou o Inter ao hexagonal decisivo do estadual e, de quebra, colocou o clube na Série D do Campeonato Brasileiro. O Colorado Lageano não briga pelo título do Catarinense há mais de duas décadas - e não participa de uma competição nacional desde 1966.

O Inter precisava da vitória para tentar seguir adiante no campeonato, e foi buscá-la desde o início. Reinaldo abriu o placar aos 4 minutos de jogo. Ele recebeu a bola fora da área, girou sobre seu marcador e bateu com força. A bola entrou à esquerda do goleiro Diego, em mais um golaço do Inter na competição.

Pouco depois, o Avaí quase empatou. Fernando Henrique salvou o Inter, em uma finalização avaiana à queima-roupa. Mas o lance não ofuscou o domínio territorial colorado. O time tocava a bola e assustava nos contra-ataques, empurrado pelos mais de 3 mil entusiasmados torcedores. 

Aos 23 minutos, Marcelinho Paraíba bateu falta, encobriu Diego e acertou o travessão. Dois minutos depois, após cobrança de escanteio, Vitor Hugo quase abriu o placar, de cabeça. Entre um lance e outro, a torcida puxava seu tradicional "olê, olê, olê, olê, Inter! Inter!"

Calyson teve ótima chance para ampliar aos 38 minutos, mas chutou por cima depois de driblar o goleiro. O meia-atacante se redimiu aos 40 minutos: em contra-ataque pela esquerda, ele entrou na área e tocou por cima de Diego. Mas o belo gol foi invalidado: segundo a arbitragem, Reinaldo empurrou o zagueiro avaiano quando a bola estava prestes a entrar.

O número de lances de ataque diminuiu no segundo tempo. Um dos mais perigosos foi do Avaí. Aos 18 minutos, Rômulo bateu de longe para tentar encobrir Fernando Henrique, mas o goleiro colorado salto e fez mais uma ótima defesa.

Perto dos 30 minutos, com o campo pesado por causa da forte chuva, os colorados começaram a tocar a bola para tentar mantê-la no ataque, sem correr o risco de sofrer o empate. Mas ainda havia tempo para mais emoção. Aos 42 minutos, Lucas Gabriel pegou a bola na defesa e lançou na ponta-esquerda, para Valdo Bacabal. O atacante passou pelo marcador e, quase sem ângulo, tocou por cima de Diego.

Foi a senha para a explosão da torcida colorada. A chuva não deu trégua durante toda a partida, mas ninguém deixou o estádio enquanto a arbitragem não encerrava o duelo. Com o apito final, os torcedores vibraram - mas permaneceram tensos por mais 40 segundos. Era o tempo que faltava para o encerramento do jogo entre Marcílio Dias e Guarani de Palhoça. A partida estava empatada por 1 a 1. Se o Guarani fizesse mais um gol, ultrapassaria o Inter e poderia comprometer a classificação colorada.

Quando o jogo terminou também em Itajaí, houve nova vibração no Vidal Ramos Júnior. O Inter estava de novo no grupo dos clubes que vão decidir o campeão catarinense. A última vez que o Inter entrou na fase decisiva do estadual foi em 1992. E, ao chegar ao hexagonal, o Colorado Lageano assegurou também o direito de ser um dos dois clubes que representarão Santa Catarina na Série D do Campeonato Brasileiro de 2015 - o outro é o Metropolitano. É a primeira competição nacional que o Inter vai disputar em 49 anos. A última - e única - foi a Taça Brasil de 1966. (Saiba mais aqui).

O Internacional estreia no hexagonal decisivo neste domingo, em casa, contra o Figueirense. O jogo será às 16h. No hexagonal, todos os clubes jogam contra todos, em jogos de ida e volta. Os dois melhores do hexagonal farão as finais do campeonato.

INTER 2 x 0 AVAÍ

INTER: Fernando Henrique, Canavarros, Hebert, Lázaro e Jefinho; Vitor Hugo (Diogo), Michel Schmöller, Lucas Gabriel, Marcelinho Paraíba e Calyson (Valdo Bacabal); Reinaldo (Bruno). Técnico: Marcelo Mabilia

AVAÍ: Diego, Renato (Cássio), Philipe Maia, Jéci e Eltinho; Eduardo Neto, Revson (Edinho), Renan Oliveira (Renan) e Marquinhos; Rômulo e Bruno Mendes. Técnico: Geninho

Gols: Reinaldo (4'/1T) e Valdo Bacabal (42'/2T)

Público: 3.190 torcedores

Renda: R$ 54.820

***Veja e baixe fotos da partida no perfil oficial do Inter no Flickr

  Campeões de 2000 se reencontram em Lages para celebrar 20 anos do título

  Jogo festivo vai celebrar neste sábado os 20 anos do título da segunda divisão

  A década colorada: recordes e feitos inéditos que escreveram a história

  A década colorada: os artilheiros e os atletas e treinadores com mais partidas

  A década colorada: mais campeonatos, jogos, títulos - e paixão renovada

  Inter reúne patrocinadores e parceiros para avaliação da temporada

REDES SOCIAIS
PATROCINADORES
 
     
NOTÍCIAS
+ MAIS RECENTES
 
FUTEBOL

+ ELENCO 2019

+ CALENDÁRIO 2019
 
ESTÁDIO
+ ESTÁDIO VIDAL RAMOS JUNIOR
 
INTERATIVIDADE
+ DOWNLOADS
 
O CLUBE
+ HISTÓRIA
+ ÍDOLOS
+ DIRETORIA
+ GALERIA DOS PRESIDENTES
 
SEJA SÓCIO
+ PLANOS E BENEFÍCIOS
 
CONTATO
+ FALE COM O INTER DE LAGES
 
INTERNACIONAL DE LAGES. Todos os Direitos Reservados.